on{X} da Microsoft torna telemóveis Android melhores do que os Windows

Parece estranho – e é – mas a Microsoft está a lançar o sistema de programação de aplicações on{X} para Android que facilita aos utilizadores experientes em Java transformar os seus dispositivos inteligentes em assistentes vigilantes.

Quer que o telefone envie automaticamente uma SMS para quem lhe liga quando está a conduzir seu carro? O on{X} pode fazer isso.
Têm dificuldade em se lembrar onde o carro está no estacionamento do centro comercial? O on{X}pode encontrá-lo para si.
Já não telefona à sua mãe há um mês? O on{X} pode lembrá-lo.
O on{X} é um framework para acesso e detecção de dados gerados pelo telefone: localização GPS, movimento, se a alimentação está ligada, se há uma rede Wi-Fi próxima, se o telefone acaba de sair um determinado local, etc.
O software pega nesses dados e cria uma acção baseada neles. Acabou de sair de sua casa às sete horas? Programe o telefone para enviar automaticamente um texto ao seu administrador dizendo que vai estar no trabalho daí a 20 minutos. Ou está a conduzir o seu carro para casa às 5:30h? Ele liga automaticamente a música enquanto conduz.
Os utilizadores podem escrever código JavaScript na interface de programação da aplicação on{X} para realizarem estas e outras tarefas que possam pensar, partilhar o código com outros e instalá-lo rapidamente, personalizar o telefone para realizar tarefas úteis em situações apropriadas, de acordo com um texto num blogue escrito por um dos programadores do software, Eran Yariv.
O grupo de desenvolvimento do on{X} na Microsoft tem planos para criar uma versão para Windows Phone, mas é mais complicada e virá mais tarde. Como o Android é open source, é mais fácil aceder ao código. Para já, o on{X} está em fase beta e procura programadores para expandir as potenciais tarefas que poderá executar.
A equipa do on{X} chama o código para executar tarefas de “receitas” [“recipes”] e oferece várias no seu site. Mas também fornece o núcleo do código do framework on{X}, que os utilizadores podem fazer download para os seus telemóveis, para em seguida usarem as “receitas” para a sua API e realizarem as funções desejadas, diz o blogue.
Assim, em vez de escreverem aplicações que fazem interface com funções individuais do telemóvel, como acesso à Internet ou GPS, as “receitas” são escritas para a API, simplificando a tarefa do programador, de acordo com o blogue. “Para começar com o on{X} não é preciso qualquer experiência no desenvolvimento de aplicações móveis”, diz o site do on{X}. “Capacidades básicas de programação em JavaScript chegam”.
Os programadores podem armazenar o seu código no site e acederem aos “logs” remotamente para “debug”.
Os dados recolhidos pelo on{X} ficam no telefone, e todas as regras estabelecidas por uma “receita” podem ser ligadas e desligadas no dispositivo. O “framework” do on{X} inclui lógica para que, por exemplo, se possam usar dados de movimento para concluir que o telefone está a ser carregado por uma pessoa andando ou que a pessoa está-se a mover numa viatura, simplificando ainda mais o que é preciso ser escrito para criar uma “receita”, diz o blogue.
“O sistema pode ser usado para criar lembretes diários, como ‘comer almoço ao meio-dia”, que surgem todos os dias. Os lembretes também podem ser mais complexos. Os utilizadores podem definir localizações geográficas que podem desencadear acções, por exemplo. Se deixou o seu casaco em casa da sua mãe, pode definir um lembrete para levá-lo na próxima vez que a visitar”.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado