EBA critica domínios para sector financeiro

Os domínios “. bank” e “.fin” propostos pela ICANN são passíveis de abuso por hackers, diz a European Banking Authority.

A European Banking Authority (EBA) manifestou-se contra os planos da ICANN para a introdução de novos domínios de topo (Top Level Domains ou TLD) para o sector dos serviços financeiros. Alega poderem levar ao aumento de fraudes, através de ataques de phishing e outros esquemas.
Em Junho do ano passado, a ICANN aprovou a utilização dos domínios “.bank”  e “.fin”,  destinados a serem atribuídos a empresas ou indivíduos que provem ser intermediários financeiros ou bancos. Mas a EBA diz que o plano deve ser descartado, por ter “muitas preocupações em torno de supervisão” do funcionamento dos domínios.
A EBA considera haver um “grande potencial de uso indevido por pessoas sem escrúpulos”. E quaisquer planos para a introdução de novos domínios “devem ser interrompidos”, defende.
A ICANN propôs reduzir os potenciais riscos dos referidos domínios com duas soluções: através da criação de uma entidade separada para o registo e controlo dos domínios, ou utilizando outros “meios técnicos” para garantir a segurança do sistema.
Contudo isso não convenceu a EBA. “O potencial para os clientes de serviços financeiros confiarem em excesso no que pode ser percebido como ‘legitimação regulatória’ das empresas que operam nesses domínios é imensa, e o risco de surgirem novos tipos de fraude e phishing pode ser enorme”, argumenta.
A EBA considera que existe também o “perigo de haver confusão sobre o funcionamento dos sites legítimos por parte de instituições financeiras e de entidades de regulamentação”. Isso pode levar à necessidade de as marcas estabelecidas terem de suportar iniciativas legais ou comerciais, caras e complexas, para proteger as suas marcas registadas “de fraudes e abusos”, considera a EBA.
Embora a ICANN pretenda ter em consideração as preocupações da EBA, mantém o poder de introduzir os novos domínios.


Artigo anterior


Deixe um comentário

O seu email não será publicado