Amazon cria supercomputador sobre a EC2

É um computador virtual com potência estimada de 240 teraflops e 30 mil núcleos, arquitectura distribuída e poderá ser alugado.

A Amazon tornou-se dona do supercomputador número 42 no mundo. É um sistema construído sobre a sua plataforma de  cloud commputing  Elastic Cloud (EC2) e usa computação distribuída para funcionar. Tem 30 mil núcleos e uma potência estimada de 240 teraflops, segundo o site da Wired.
Além de fornecer serviços de cloud computing a empresa decidiu adoptar o modelo de computação distribuída para criar o seu próprio supercomputador. Dessa forma, a Amazon concebeu um supercomputador que não está fisicamente localizado num só lugar.
Devido às suas características, o sistema construído em torno Amazon Elastic Cloud pode executar cálculos avançados e processamentos altamente complexos – que os sistemas empresariais são incapazes de executar.
Actualmente, existem apenas 42 supercomputadores, no mundo principalmente porque o seu custo e tempo de desenvolvimento são muito elevados.

As empresas não podem pagar a implantação deste tipo de equipamento por exigir investimentos muito grandes e difíceis de amortizar. Por esta razão, as empresas ou laboratórios que requerem supercomputadores para realizar cálculos ou simulações especiais, costumam contratar os serviços de outras  organizações.

No caso da Amazon, esta pretende oferecer aos seus clientes o uso de supercomputador virtual, mas não se  sabe a que preço. Outros  supercomputadores com características semelhantes custam perto de 1279 dólares, por hora.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado