Concorrência é principal factor de transformação digital

Apenas um terço das empresas é bem sucedido no esforço de mudança. A falta de competências e de cultura são importantes barreiras.

Um terço das empresas que realizam um processo de transformação digital é bem sucedido na sua iniciativa. A pressão dos concorrentes é a principal motivação para estas mudanças. Mas a falta de competências e de cultura são as principais barreiras no processo.
O mundo globalizado força as empresas a realizarem processos de transformação digital para se adaptarem a novos desafios. Nesse sentido, a Capgemini Consulting lançou um estudo sobre o assunto, revelando como apenas um terço das empresas tem um programa de efectiva transformação digital.
O estudo também destaca factores externos de transformação digital: a pressão de concorrentes (72%) e clientes (70%) são os principais motores da mudança. As organizações  esforçam-se por encontrar novas maneiras de alcançar vantagem competitivas e satisfazer as expectativas do cliente.
Mas o caminho para conversão digital não é tão simples como parece. De facto, existem muitas barreiras que aparecem neste processo, especialmente dentro das organizações, tais como falta de aptidões (77%), as questões culturais (55%) ou a ineficiência tecnológica (50%).

Concorrência é principal factor de transformação digital

Apenas um terço das empresas é bem sucedido no esforço de mudança. A falta de competências e de cultura são importantes barreiras.

Um terço das empresas que realizam um processo de transformação digital é bem sucedido na sua iniciativa. A pressão dos concorrentes é a principal motivação para estas mudanças.

Mas a falta de competências e de cultura são as principais barreiras no processo.

O mundo globalizado força as empresas a realizar processos de transformação digital para se adaptarem a novos desafios. Nesse sentido, a Capgemini Consulting lançou um estudo sobre este assunto, revelando como apenas um terço das empresas tem um programa de efectiva transformação digital.

O estudo também destaca fatores externos detransformação digital: a pressão de concorrentes (72%) e clientes (70%) são os principais motores da mudança. As organizações esforçam-se por encontrar novas maneiras de alcançar vantagem competitivas e satisfazer as expectativas do cliente.

Mas o caminho para conversão digital não é tão simples como parece. De facto, existem muitas barreiras que aparecem neste processo, especialmente dentro das organizações, tais como falta de aptidões (77%), as questões culturais (55%), ou ineficiência tecnológica (50%).




Deixe um comentário

O seu email não será publicado