Desejos de CIOs para 2012

Arquitectura de TI madura, uso de cloud computing pelos utilizadores e plano de substituição estão na lista.

Enquanto as crianças no mundo estão ocupadas a fazer listas de brinquedos e de equipamentos electrónicos para o Pai Natal sobre o que querem ver sob a árvore no dia 24 de Dezembro, alguns CIOs pensam em presentes que gostariam de ganhar para tornar a sua vida mais fácil em 2012.
Para alguns executivos de TI, a melhoria da relação com os utilizadores finais é o pedido prioritário. Chris Yates, ex-CIO da Tennis Australia e agora consultor em gestão e estratégia de TI, por exemplo, sugere que os utilizadores finais façam mais para se ajudarem a si próprios. Yates afirma que eles poderiam encontrar “soluções para os seus problemas em vez de chamar o help desk, assim como fazem quando têm dúvidas e procuram no Google”.
Já William Wang, gestor de TI da Sass & Bide, uma marca de roupas australiana, espera que os utilizadores adoptem a cloud computing. Na lista de desejos de Wang para este Natal está a possibilidade “de os utilizadores aceitarem um browser baseado na nuvem como norma”.
David Elkin, CIO do Queensland Audit Office [auditoria financeira em instituições públicas da Austrália] incluiu na sua lista “uma arquitectura de TI madura, centrada em torno dos negócios. Isso vai possibilitar uma significativa agilidade para a área das tecnologias da informação”, afirma.
O líder de TI da Cerebral Palsy Alliance, organização que apoia crianças e adultos com paralisia cerebral, Joe Perricone, quer melhorar a gestão da carreira do departamento de tecnologia oferecendo caminhos para estabelecer um plano de sucessão dos profissionais.
(CIO Austrália/IDG Now!)


Tags


Deixe um comentário

O seu email não será publicado