PT inicia construção de centro de dados na Covilhã

Portugal Telecom quer impulsionar desenvolvimento económico da região.

A PT arrancou hoje com a construção do seu novo centro de dados, cuja inauguração deve ocorrer no final de 2012.
Considerando-o “um dos maiores centro de dados do mundo – com 75.500 m2, capacidade de instalação de mais de 50 mil servidores com 30 Pbytes – terá como principal foco o desenvolvimento em Portugal e a exportação de capacidade de armazenamento de dados de empresas e de serviços de cloud computing, que permitem uma redução de custos significativos para as empresas”.
Com um investimento de 90 milhões de euros nas duas primeiras fases, poderá gerar a criação de 1.400 empregos qualificados e, ainda segundo o comunicado da empresa, ser uma “referência mundial em termos de eficiência energética, com poupanças de 144 mil toneladas de CO2 e 40% de redução de consumo energético”.
A empresa quer colocar “a Covilhã no mapa das cidades que mais irão contribuir para o desenvolvimento económico do país. O processo de recrutamento já foi iniciado e em apenas três meses foram analisadas mais de 300 candidaturas”.
O município da Covilhã, como já tinha explicado a PT, “fez parte de cerca de 26 localidades estudadas e analisadas, e a sua escolha obedeceu a um rigoroso estudo de vários parâmetros e critérios, entre os quais condições meteorológicas, níveis elevados de segurança sísmica, impacto social, económico, ambiental e acessibilidades, tendo em conta, igualmente, as normas e práticas definidas pelo Code of Conduct on Data Centers da Comissão Europeia e pelo Uptime Institute”.
Nesse sentido, a escolha da cidade – ou “compromisso da PT com a Covilhã, passa também pela criação de parcerias com várias entidades locais, nomeadamente com associações empresariais (ANIL e NERCAB) e académicas (Universidade da Beira Interior e Associação de Estudantes da Universidade da Beira Interior)”.
Carrilho da Graça é o arquitecto responsável pelo projecto arquitectónico do centro.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado