CIMAA adopta plataforma de atendimento para 14 municípios

A organização do Alto Alentejo vai implantar uma plataforma de atendimento multicanal, com a consultoria e outros serviços da Cap Gemini.

A Capgemini ficou seleccionada em concurso público, para implantar com a Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo (CIAA) uma plataforma de atendimento multicanal aos munícipes. São abrangidos pelo projecto 14 municípios: Alter do Chão; Arronches; Avis; Campo Maior; Castelo de Vide; Crato; Elvas; Fronteira; Gavião; Marvão; Monforte; Nisa; Portalegre e Sousel.

Segundo um comunicado, o projecto insere-se no âmbito de uma candidatura ao SAMA (Sistema de Apoio à Modernização Administrativa) aprovada no contexto do Programa Operacional do Alentejo. Nas expectativas da Cap Gemini, a plataforma partilhada permitirá  aos municípios obterem reduções significativas de custos.

O projecto foi preparado ao longo dos últimos dois anos, com a colaboração da Associação Portalegre Distrito Digital . “Num tempo de acentuados constrangimentos financeiros, uma plataforma comum a todos os municípios do Alto Alentejo permite uma significativa redução de custos e melhorias na operacionalização. Esta plataforma vai ser operável em cada um dos municípios e é comum a todos, o que faz dela um bom exemplo de procedimento. Ao ser desenvolvido para todos os municípios, espera-se que atinja um resultado de excelência. Desta forma, os municípios irão a curto prazo passar a usufruir de uma moderna solução tecnológica que optimiza os processos de trabalho”,  explkica Armando Varela, presidente do conselho executivo da CIMAA.

Em comunicado, a organização explica que pretende com a nova plataforma de atendimento multicanal centralizada (Serviços Online, E-mail, SMS, Fax, carta e Atendimento Presencial):
– desenvolver uma relação próxima com os Munícipes (empresas e particulares) através de uma plataforma multicanal;
– adoptar uma filosofia de atendimento centrada no cidadão/cliente, para que os mesmos usufruam de um  acesso fácil, cómodo e seguro aos serviços dos Municípios;
– optimizar os processos actuais e o contacto entre o Cidadão e os Municípios que integram a CIMAA, induzindo ganhos de eficiência e redução de custos.


Tags


Deixe um comentário

O seu email não será publicado