União Europeia aprova fusão entre Microsoft e Skype

A Comissão Europeia autorizou a aquisição da Skype pela Microsoft, considerando não haver preocupações sobre o seu impacto no ambiente concorrencial.

As  autoridades anti-monopolistas da União Europeia deram luz verde à fusão entre a Microsoft e a Skype, a empresa com actividade  centrada em tecnologia e serviços de chat e voz sobre IP.

“A Comissão considera não existirem quaisquer preocupações sobre a concorrência neste mercado em crescimento, onde numerosos intervenientes, incluindo a Google, estão presentes”, disse a instituição de controlo anti-monopolista do mercado (Comissão Europeia) em comunicado.

A mesma entidade rejeita também a preocupação de que o negócio poderá sufocar a concorrência no mercado de comunicação empresarial. “O inquérito confirmou que o Skype tem uma presença limitada, no segmento destes produtos e não compete directamente com o equipamento da Microsoft para o mercado empresarial, o  Lync, utilizado principalmente por grandes empresas”, acrescentou a comissão.

Microsoft anunciou a compra da Skype liderada por Tony Bates, por 8,5 mil milhões de dólares, cerca de 6,3 mil milhões de euros, no passado mês de Maio. Vai  adquirir uma quota detida por um grupo de investimento, que comprou uma parte maioritária à e-Bay em 2009, assumindo o controlo da empresa.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado