Sensores sem fios podem detectar nervosismo

A Alps Electric demonstrou na CEATEC um novo sensor capaz de detectar o sinal do pulso das pessoas e transmitir a informação, sem fios, para um servidor.

Um sensor de movimento do tamanho de um botão consegue detectar quando o ritmo do pulso de uma pessoa acelera e envia, sem fios, a leitura para um servidor. O dispositivo foi demonstrado pela Alps na CEATEC, feira de tecnologia a decorrer no Japão até amanhã.

As utilizações previstas incluem a incorporação da tecnologia em smartphones capazes de facilmente “tomarem” o pulso de uma pessoa. Será útil também para equiparem dispositivos portáteis de acompanhamento médico, ou detectores de pequenos movimentos para sistemas de segurança.

O dispositivo emite ondas de rádio em alta frequência e mede como elas mudam, conforme são reflectidas pelos objectos, para poder detectar mesmo os mais leves movimentos. No seu stand, a Alps demonstrou como os sensores podem medir a frequência cardíaca ou a respiração de um indivíduo, a uma determinada do mesmo, através de painéis de madeira ou do vestuário. Consegue também medir a velocidade dos objetos em aproximação.

Os dispositivos são semelhantes aos sistemas de pagamento sem fios baseados em tecnologia RFID (Radio-Frequency Identification), de identificação por rádio frequência (RFID), ou usados nos passaportes.  O sistema pode também codificar os dados em sinais de rádio e enviá-los a receptores remotos ligados a servidores.

Dependendo da precisão exigida, os dispositivos podem ser ligados a antenas e transmitir os dados das medições, ou trocar  dados a uma distância de até 10 metros. Os sensores têm um problema importante nesta fase de evolução: não conseguem distinguir objectos de tipos de movimento, como a respiração e a dança. Por isso, os sujeitos devem estar perfeitamente imóveis para as medições serem precisas.

A empresa conta produzir chips suficientes para poder enviar amostras na Primavera de 2012, com o nível de vendas a ditar o ritmo de produção depois disso.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado