Yahoo equaciona venda

A administração está mais focada em decidir se os activos da empresa devem ser vendidos, em vez de procurar um novo CEO.

O conselho de administração da Yahoo está focado em decidir se a empresa deve ser vendida, não em encontrar um novo CEO, segundo uma reportagem do The Wall Street Journal. Citando fontes anónimas, o jornal diz que, antes de iniciar a busca por um substituto para Carol Bartz – despedida na semana passada –, a administração da Yahoo quer perceber qual é a estratégia mais correcta: manter-se independente, ser vendida no seu todo, ou em partes.
O conselho formou um comité encarregado de analisar a situação, sendo ajudado pela Allen & Co. e pelo UBS Investment Bank nessa análise.
Desde a demissão, a imprensa tem especulado sobre a intenção do fundador e ex-CEO, Jerry Yang, comprar a empresa. O empresário estará até a reunir investidores.

Alguns orgãos avançaram também a possibilidade de decorrerem negociações entre a AOL e Yahoo para uma possível fusão. Mas entretanto essa possibilidade foi negada pela AOL.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado