Critical reforça parceria com o BCI

O fabricante vai alargar a equipa de desenvolvimento, suporte e manutenção dos sistemas informáticos do banco. Este pretende aumentar a sua eficácia no mercado e eficiência operacional da organização.

A Critical Software anuncia o reforço da parceira que mantém com o BCI – Banco Comercial e de Investimentos para o desenvolvimento de sistemas críticos orientados ao suporte às actividades do negócio bancário daquela instituição bancária moçambicana. “O estreitar das relações entre as duas entidades fica, desde já, consubstanciado na extensão da colaboração afecta a projectos em curso, a que se junta o alargamento da equipa que a Critical Software mantém alocada ao desenvolvimento, suporte e manutenção dos sistemas informáticos do BCI,” avança o comunicado do fabricante.

O reforço da colaboração surge no âmbito de um contrato de fornecimento de um desenvolvimento aplicacional celebrado entre a Critical Software e o BCI. E enquadra-se nos objectivos do banco de consolidar a sua oferta e presença no mercado moçambicano. O BCI visa aumentar a eficácia na resposta às necessidades dos clientes e melhorar a eficiência operacional da organização.

O director-executivo da Critical Software em Moçambique, Rui Pereira Melo, realça que “os projectos que temos vindo a realizar (ndr: no BIC) têm sempre por base um modelo de arquitectura capaz de garantir a integração multi-sistema e assegurar capacidade local de desenvolvimento.”

Segundo o comunicado, o BCI está posicionado no segmento de grandes/médias empresas e particulares de gama alta. De acordo com seu “Plano Estratégico de Desenvolvimento”, visa crescer e posicionar-se também no segmento de particulares. “Isso obriga à adopção de um modelo operacional mais capilar, capaz de afinar e melhorar a eficácia e a eficiência da sua rede comercial de retalho”, explica o documento.

Rui Garcês avança que o “BCI está a crescer fortemente em termos de agências, clientes e colaboradores, solidificando a sua posição na componente de retalho, com modelos de atenção e ofertas diferenciadas de produtos e serviços dirigidas a cada segmento alvo, o que naturalmente obriga a uma adequação dos sistemas de informação”. A parceria com a Critical Software permite ao banco, “ganhar músculo e maior capacidade para fazer face ao crescimento e desafios do negócio, ao mesmo tempo que possibilita trabalhar as competências dos nossos recursos.”




Deixe um comentário

O seu email não será publicado