Isaac sugere gestão através de redes sociais

A adopção da tecnologia Isaac não será uma prioridade para a maior parte das empresas, como reconhecem responsáveis da Enterasys. Mas as organizações onde a rede é crítica, poderão obter benefícios interessantes.

A tecnologia Isaac permite ligar as máquinas de uma rede de sistema de informação às redes sociais, de maneira a que possam comunicar o seu estado a um gestor de redes e dele receberem instruções um administrador. Uma das mais importantes características da tecnologia segundo o director-geral da Enterasys, em Portugal, Paulo Lopes, é as mensagens serem apresentadas em linguagem quotidiana, evitando os complexos scripts CLI e syslogs.

Não será um dispositivo tecnológico crítico, admite o responsável Mas as organizações para quem os tempos de indisponibilidade da rede sejam bastante nocivos podem obter ganhar tempo de intervenção.

As actualizações podem ser realizadas utilizando qualquer dispositivo móvel, e interfaces familiares como Twitter, Facebook, Linkedin e Chatter. Esta inovadora tecnologia permitirá aos departamentos de TI das organizações antecipar qualquer problema de rede, reduzindo o tempo de diagnóstico e de resolução de problemas.

Segundo a Enterasys, o Isaac inclui vários níveis de segurança , mas também assenta nas capacidades de segurança dos sites de redes sociais, como no caso da autenticação de duplo factor, por parte da Facebook. A solução dispõe deste tipo de autenticação, que utiliza passwords de uma só utilização geradas aleatoriamente, e que são disponibilizadas fora da plataforma de social media, seja por SMS ou mail.

E inclui também capacidades de auditoria, autorização e controlo de acesso a nível de comandos, que permitem monitorizar a rede social em busca de comportamentos anómalos. O software é disponibilizado em três formatos, cada um deles proporcionando diferentes níveis de acesso seguro: Social Media Pública (Twitter, Facebook, LinkedIn), no qual o acesso só permite leitura; Social Media Pública com acesso de leitura-escrita e autenticação de duplo factor e Social Media Corporativo (Salesforce.com Chatter).




Deixe um comentário

O seu email não será publicado