Mais de 360 mil clientes do Citigroup afectados por insegurança

Na semana passada o banco informara que a violação de segurança do seu site de gestão de cartões de crédito ocorrida em Maio teria afectado 210 mil contas, na América do Norte.

As estimativas iniciais do Citigroup sobre o número de contas afectadas pela quebra de segurança no seu site de gestão de cartões de crédito estavam erradas: na semana passada o banco previa 210 mil contas afectadas e agora revela terem sido mais de 360 mil.

Como resultado da intrusão, a instituição admite a exposição indevida de informações sobre os seus clientes do serviço Citi Account Online, incluindo nomes, números de conta e contactos (endereços de e-mail, por exemplo). No entanto, a empresa afirma que os criminosos não tiveram acesso a informação necessária para cometer fraudes: números de segurança social, datas de nascimento, datas de validade dos cartões e códigos de segurança.

O banco garante ter implantado já “melhores procedimentos ” para prevenir futuros incidentes semelhantes, sem concretizar quais foram alvo de intervenção. O Citigroup tem sido criticado pela demora em comunicar as quebras de segurança aos clientes. A instituição enviou cartas de notificação para a 3 de Junho, mais de 20 dias após descobrir o incidente.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado