Nos cinco homens mais ricos do mundo, três são da área de tecnologia

Carlos Slim lidera, seguido por Bill Gates. Larry Ellison, da Oracle, é o quinto. E o Facebook coloca cinco milionários na lista de 1200 personalidades.

Carlos Slim é o homem mais rico do mundo. A revista Forbes divulgou esta quarta-feira a lista com os 20 detentores das maiores fortunas e o mexicano (dono dos grupos Telmex e América Móvil que controlam a Embratel e a Claro do Brasil), lidera com um património estimado em 74 mil milhões de dólares.
Na segunda posição, mais um nome da tecnologia: Bill Gates, que possui 56 mil milhões de dólares. É curioso constatar, no entanto, que, segundo a Forbes, 70% da quantia não é proveniente da Microsoft e, sim, do fundo Cascade com investimentos feitos noutras empresas, como a Femsa – do ramo de bebidas – e o Grupo Televisa – conglomerado de media – ambas mexicanas.
Em terceiro lugar, Warren Buffet, com 50 mil milhões, americano conhecido pelos seus investimentos altamente rentáveis. A sua empresa, Berkshire Hathaway, actua em diversas áreas, da alimentação aos seguros.
Em quarto, o francês Bernard Arnault, dono da Louis Vuitton, possui 41 mil milhões. Já em quinto, o último representante do sector da tecnologia: Larry Ellison, presidente da Oracle, tem 39,5 mil milhões. Eike Batista, o único brasileiro entre os primeiros 20, aparece em oitavo. Possui 30 mil milhões, graças ao seu grupo EBX, que actua nos mercados de minérios e energia.
A publicação destaca que, dos 214 novos membros entre os 1210 mais ricos, 108 são dos BRIC – Brasil, Rússia, Índia e China. Em cada quatro bilionários listados, um pertence a uma dessas quatro nações, enquanto que em cada três, surge um dos Estados Unidos – há 20 anos, era um em cada dois. Outra informação é que, além dos americanos, apenas a China e a Rússia contribuíram com mais de 100 bilionários.
Por fim, a Forbes não deixa de destacar a ascensão do Facebook. Além de Mark Zuckerberg, CEO e fundador da rede social – que aumentou a sua fortuna em 238% em apenas um ano, e é agora calculada em 13,5 mil milhões –, outras quatro pessoas ligadas à empresa estão na lista. Eduardo Saverin, brasileiro e co-fundador; Dustin Moskovitz, também co-fundador e, por ser oito dias mais jovem que Zuckerberg, o mais jovem do ranking; Sean Parker, primeiro presidente – e um dos criadores do Napster – e Yuri Milner, investidor.
(IDG Now!)




Deixe um comentário

O seu email não será publicado