Google pedia mais à Nokia pelo Android

O fabricante de telemóveis e smartphones terá considerado a adopção da plataforma da Google mas não chegou a acordo e quis competir em segmentos mais elevados, segundo o CEO da Nokia, Spephen Elop.

A Nokia abordou a Google para discutir como poderia usar o seu sistema operativo Android, mas acabou por decidir que não queria competir num mercado de comodity, revelou o CEO da Nokia, Stephen Elop. Adoptar o Android significaria também ceder uma maior parte da receita de serviços associados aos smartphones, esclareceu.

Sobre a RIM, o CEO da Nokia considera que na corrida entre os fabricantes de telemóveis e programadores de sistemas operativos para tornar as suas plataformas atraentes, o fabricante dos Blackberry não é uma opção.

No âmbito da parceria com a Microsoft, a Nokia contribuirá para o Windows Phone ser  disponibilizado numa maior variedade de preços, segmentos e geografias, revelaram as empresas disseram em uma carta aberta de Elop e CEO da Microsoft Steve Ballmer.

A Microsoft já estará a trabalhar com a Nokia no primeiro telemóvel com o Windows Phone 7. E decorrem entretanto outras negociações com os fabricantes de chips. No entanto, não foi revelada a data de lançamento do dispositivo.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado