Ken Olsen, co-fundador da DEC, morre aos 84 anos

Olsen foi pioneiro do movimento dos mainframes para os minicomputadores.

Kenneth Olsen, o pioneiro da indústria informática que co-fundou a fabricante de minicomputadores Digital Equipment Corp., morreu no domingo, aos 84 anos.
Olsen (à esquerda, na foto) será lembrado pelo papel fundamental que desempenhou em pelo menos uma revolução tecnológica: a mudança dos mainframes para os minicomputadores.
Olsen entrou para a escola de eletrónica durante um ano enquanto estava na Marinha. Trabalhando como técnico no serviço, o conhecimento e a paixão de Olsen pela eletrónica aumentou.
Após a Marinha, no MIT, Olsen projectou o computador Whirlwind, o primeiro computador em tempo real. Olsen esteve na equipa do MIT Digital Computer Laboratory durante sete anos.
Com um investimento de 70 mil dólares do General Georges F. Doriot, da American Research and Development Corp., Olsen co-fundou a Digital Equipment Corporation (DEC) com o colega do MIT, Harlan Anderson, em Maynard, Massachusetts, em 1957. A empresa começou a desenvolver o primeiro pequeno computador interactivo e a produzir módulos de circuitos lógicos impressos, que foram usados para testar equipamentos electrónicos.
Olsen foi presidente da empresa desde a sua fundação em 1957 até à sua reforma em 1992. Em 1960, a DEC produziu o PDP-1. A DEC floresceu com o PDP-8, o primeiro mini-computador do mundo produzido em larga escala, que foi fabricado de 1965 a 1984. O PDP-11, produzido pela DEC em 1970, tornou-se a linha de minicomputadores mais popular da história.
Olsen deixou a Digital em 1992, essencialmente forçado à medida que jovens executivos da era PC usurpavam a autoridade da geração que introduziu o minicomputador.
Olsen era conhecido por ser um orador de ocasião. Enquanto a TI empresarial se espalhava para lá dos limites dos departamentos de sistemas de informação nas décadas de 1980 e 1990, ele foi crítico de pessoas que não estavam mergulhadas na tecnologia. “O mundo está louco quando todo o software e todo o marketing são geridos por pessoas que nunca tiveram um negócio”, disse Olsen em entrevista ao IDG News Service em 1998, seis anos depois de ter deixado a Digital.
No entanto, ele defendeu uma abordagem equilibrada da gestão. “O primeiro problema é tentar levar as pessoas a organizar (empresas) com sabedoria, com senso comum”, disse na entrevista de 1998.
Partilhando a sua paixão por computadores com o público, Olsen co-fundou o Computer Museum, localizado originalmente em Marlborough (Massachusetts), em 1979. O museu mudou-se depois para Boston. Em 1999, o museu encerrou mas muitas das suas exibições são agora parte do Museum of Science de Boston.
Olsen recebeu muitos prémios, incluindo o MCI Communications Information Technology Leadership Award for Innovation, a Founder’s Medal do IEEE e a National Medal of Technology.

Curriculum Vitae:
1926 – Nasceu em Stratford (Connecticut), a 20 de Fevereiro
1944 – Alistou-se na Marinha
1950 – Formado pelo MIT com um B.S. em engenharia eléctrica
1952 – Agraciado com um M.A. em engenharia eléctrica pelo MIT
1957 – Co-fundador da Digital Equipment Corporation (DEC)
1979 – Co-fundador do Museu do Computador Boston
1990 – Integrou o National Inventors Hall of Fame
1992 – Reformou-se do cargo de presidente da DEC




Deixe um comentário

O seu email não será publicado