Autor admite primeiro roubo de domínio

Daniel Gonçalves foi acusado de roubo e revenda após se ter apoderado ilegalmente do domínio p2p.com.

Daniel Goncalves (como é nomeado pelo tribunal) foi acusado de roubo de domínio e de o ter revendido no site de leilões eBay por mais de 110 mil dólares ao jogador de basquetebol dos Los Angeles Clippers, Mark Madsen (na foto).
O tribunal norte-americano de New Jersey anunciou agora que o homem de Union Township se considerou culpado do primeiro roubo conhecido de um domínio da Internet. A sentença será conhecida a 6 de Maio de 2011 mas a divisão de Justiça Criminal recomendou uma pena de prisão de cinco anos.
O processo começou em 2007, quando os detentores do domínio detectaram que o mesmo tinha sido transferido de proprietário do “registrar” GoDaddy, em Maio de 2006. Em Outubro de 2008, iniciou-se a investigação policial.
Preso a 30 de Julho de 2009 e libertado sob fiança de 60 mil dólares, Gonçalves foi acusado de ter roubado aos “investidores em domínios” Marc Ostrofsky e ao casal Albert e Lesli Angel o domínio p2p.com. Pelo seu tamanho e pelo efeito do fenómeno de partilha de ficheiros “Peer to Peer”, o domínio era valioso e tinha um valor estimado na altura entre 160 mil e 200 mil dólares, diz o tribunal. A empresa P2P.com tinha adquirido o domínio por 160 mil dólares.
Gonçalves admitiu ter transferido o domínio para a sua própria conta do GoDaddy e, após os 60 dias regulamentares que obrigam numa transferência a mantê-lo no mesmo “registrar”, transferiu-o para um diferente. Então, esperou novamente dois meses antes de o colocar à venda no eBay em Setembro de 2006, onde foi comprado por Madsen sem saber do roubo.
O site P2P.com não está activo mas o registo já se encontra em nome de Albert Angel.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado