Cloud Computing Forum: AMA prepara migração de centro de dados

A Agência para a Modernização Administrativa vai colocar o seu centro de dados na infra-estrutura do Instituto de Informática do Ministério das Finanças e da Administração Pública (II). Espera poupar assim, perto de 900 mil euros anualmente.

O vogal do Conselho Directivo da Agência para a Modernização Administrativa, Gonçalo Caseiro, revelou que o organismo tenciona libertar-se da sua infra-estrutura de centro de dados até final de Janeiro de 2011. O projecto está agora em fase de planeamento e deverá permitir poupar 400 mil euros, no primeiro ano de actividade do modelo, e perto de 900 mil euros em cada ano seguinte. A diferença deve-se aos valores de CAPEX envolvidos na operação, justificou este responsável, que não se quis comprometer com prazos definitivos. “Ainda estamos a planear e a operação tem alguma complexidade”, disse. Tratar-se-á da migração da plataforma concebida para suportar “a troca de dados” entre organismos da Administração Pública, Portal do Cidadão, Lojas do Cidadão, balcões multiserviços, entre outros. E, daí, o elevado nível de importância.
Uma das principais razões para a migração prende-se com os gastos energéticos. Segundo Caseiro,  a localização actual do centro de dados, mais exposto, exige um maior consumo de energia para refrigeração. Outro dos argumentos liga-se a uma lógica de racionalização de custos e recursos das TIs. Por exemplo, com a consolidação num centro de dados com características mais adequadas, será também eliminada  a duplicação de ligações das instituições com outros organismos de Estado. Depois da migração, haverá uma ligação única, com uma largura de banda de 1Gb, da AMA à infra-estrutura do Instituto de Informática do Ministério das Finanças e da Administração Pública, onde se consolidarão as ligações a outras entidades.



Deixe um comentário

O seu email não será publicado