Amazon e IBM são os “campeões” da cloud computing

Seguidas por fornecedores como a Google, Cisco, Red Hat e VMWare.

Os pesos pesados do novo negócio de cloud computing são as companhias Amazon e IBM, seguidas por outros importantes fornecedores como a Google, Cisco, Red Hat e VMWare. Esta é pelo menos a classificação avançada num estudo elaborado pela consultora tecnológica BTC Logic.
Todos os fornecedores tecnológicos estão a apostar em força na cloud computing e até os que não proporcionam serviços de nuvens públicas estão a lutar no sentido de se tornarem em nomes de referência no campo da infra-estrutura de TIC necessária para suportar os serviços cloud. Isto mesmo está reflectido no estudo da BTC Logic, que assegura que os ‘campeões’ da cloud computing são a Amazon e a IBM, já que lideram quatro das sete categorias que os autores do estudo consideram definir um fornecedor completo de serviços na nuvem: fundações da cloud, infra-estrutura, serviços de rede, plataformas, aplicações, segurança e gestão.
A Microsoft, Google, Red Hat, Salesforce, Symantec, VMware, Citrix, EMC, Oracle, Level 3 e Cisco são, de acordo com o estudo, outras empresas de destaque no mercado da cloud computing, seguidas por fornecedores como a AT&T, Aylus Networks, Rackspace e a divisão de Business Objects da SAP. Nem a Microsoft nem a Google lideram qualquer das sete categorias incluídas no estudo, embora a Google se situe em segundo lugar, atrás da Salesforce.com, no que se refere às aplicações cloud, e a Microsoft ocupe também o segundo lugar no que respeita às fundações da cloud computing (ou seja, as ferramentas e o software necessários para construir uma infra-estrutura na nuvem), logo atrás da VMware.
Com este seu estudo, a BTC Logic diz que o seu objectivo é tentar ajudar os clientes a terem uma visão mais clara e organizada da oferta de cloud computing.
“Este mercado é composto por um conjunto ainda muito confuso de fornecedores, cada um deles promovendo a sua própria solução, com o número de produtos e serviços a crescer a cada dia”, diz a consultora.
A BTC Logic diz que a sua investigação mostra que “as empresas não irão migrar todos os seus dados e aplicações para a cloud computing até que as questões da segurança, privacidade e localização dos dados sejam totalmente respondidas e lhes seja garantido um maior controlo sobre as suas aplicações e dados”.
De acordo com o estudo, a Amazon é número um na categoria de infra-estrutura cloud com a sua oferta Elastic Compute Cloud e também lidera a área das plataformas cloud para o desenvolvimento e implementação de aplicações. A empresa ocupa, ainda, o segundo lugar na categoria dos serviços cloud para redes (surpreendentemente, a Cisco ocupa a terceira posição nesta área), e a terceira posição na lista das companhias de gestão deste tipo de ambientes de TI graças ao seu serviço S3 Simple Storage Service.
Por seu turno, a IBM é, juntamente com a Amazon, líder deste mercado por ocupar o primeiro lugar na categoria de gestão destas infra-estruturas, com a sua appliance Websphere CloudBurst. Ocupa, ainda, o terceiro lugar em segurança (atrás da EMC/RSA e da Symantec), o segundo em plataformas e também o segundo na categoria de infra-estrutura.
O relatório coloca ainda a VMware numa boa posição, especialmente no segmento das fundações da cloud computing, graças ao vSphere, a sua plataforma de gestão e virtualização, e ao vCloud, o seu programa de parceiros que permite a interoperabilidade entre centros de dados internos e serviços cloud. Quanto à Red Hat, esta é a única empresa, juntamente com a Microsoft, que tem todas as ferramentas necessárias para construir nuvens, o que inclui os sistemas operativos e o middleware, embora a VMware seja superior em tecnologia de virtualização. A Microsoft é a segunda neste segmento, com o seu Hyper-V, pouco à frente da Red Hat e da Citrix. Mas o estudo é peremptório: “a VMware continua a ser líder incontestável nesta categoria”.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado