O país mais estranho para o outsourcing

Saiba quais são os destinos mais e menos perigosos para o outsourcing.

A Coreia do Norte está “calmamente” a desenvolver a sua indústria de tecnologias de informação, revelou a Computerworld.
As universidades estão a formar engenheiros informáticos há vários anos e as empresas estrangeiras estão a descobrir esse filão inexplorado. Enquanto países como a Índia têm empresas de outsourcing com uma centena de funcionários, a Coreia do Norte apresenta algumas acima do milhar de pessoas, segundo Paul Tija, consultor holandês em offshoring e outsourcing. As principais áreas de actuação são na animação por computador, introdução de dados e software para telemóveis.
O outsourcing estrangeiro não é facilitado devido à língua ou à falta de experiência na relação com empresas externas. No caso dos Estados Unidos, a relação é praticamente impossível pelas restrições impostas à Coreia do Norte. Este país também só agora parece interessar-se pela Internet e, nos últimos meses, vários endereços IP reservados para a Coreia do Norte mas não utilizados foram registados por uma empresa ligada ao governo. O vídeo no final do texto mostra a dificuldade das comunicações com os países vizinhos.
O  Black Book of Outsourcing vai divulgar dentro de dias a sua lista anual de cidades mais e menos perigosas para o outsourcing. A revista CIO antecipou a lista do Datamonitor Group e revela que questões geopolíticas, crime, corrupção, ameaças de terrorismo ou flutuações cambiais são as variáveis que mais pesam na realização dessa escolha.

Assim, as 10 cidades mais perigosas são
1. Karachi, Paquistão
2. Medellin, Colômbia
3. Juarez, México
4. Cali, Colômbia
5. Tijuana, México
6. Lahore, Paquistão
7. Jacarta, Indonésia
8. Lagos, Nigéria
9. Dhaka, Bangladesh
10. Chittagong, Bangladesh

Já a lista das mais seguras é liderada por uma cidade europeia:
1. Praga, República Checa
2. Varsóvia, Polónia
3. Brno, República Checa
4. Cracóvia, Polónia
5. Toronto, Canadá
6. Halifax, Canadá
7. Singapura, Singapura
8. Dublin, Irlanda
9. Kiev, Ucrânia
10. Chennai, Índia




Deixe um comentário

O seu email não será publicado