Jurinfor atinge 580 mil euros em 2009

O fabricante terminou o ano de 2009 com uma facturação de 580 mil euros, 30% superior ao exercício do ano anterior. Para 2010, a Jurinfor prevê repetir o crescimento.

A grande aposta da Jurinfor para o corrente ano será a consolidação do negócio no mercado angolano, onde a empresa aponta para um aumento superior a 100% do volume de negócios. A empresa prevê uma taxa de crescimento de 30%, assente no reforço da sua posição em Angola, diversificação da oferta e inauguração de novas áreas de negócio.

Segundo um comunicado, para os positivos resultados financeiros de 2009 contribuíram a entrada no mercado angolano, através da subsidiária SoftAngola, bem como a aposta no segmento dos departamentos jurídicos das empresas, uma área estratégica para a Jurinfor, tradicionalmente dirigida a sociedades de advogados e advogados em nome individual.

Para Pedro Quintas, CEO da Jurinfor, “estes resultados positivos surgem na sequência de uma reorientação estratégica da Jurinfor, que tem vindo a alargar horizontes a novos mercados e novos segmentos de aposta. O novo modelo de negócio assenta numa diversificação e integração da oferta, de forma a respondermos de forma transversal às necessidades dos nossos clientes, tanto em Portugal como Angola”.

O Jurigest, produto-estrela da Jurinfor, que permite a gestão documental de clientes, facturação e o follow-up de todos os processos judiciais de forma coordenada e segura, também registou um saldo positivo ao crescer 6%.

Os bons resultados foram ainda influenciados pela aposta no segmento de departamentos jurídicos de novas empresas, que representou um crescimento de 20% em novos clientes, entre os quais Galp, CP, EDP, Estradas de Portugal e TAP, diz a empresa em comunicado.

Desde o início do ano, a Jurinfor criou quatro novos postos de trabalho e inaugurou uma nova área de negócio dedicada à edição de legislação angolana, para Portugal e Angola.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado