China em segundo no Top 500 dos supercomputadores

Estados Unidos, Reino Unido, França e Alemanha lideram países com mais sistemas.

A China entrou directamente para a segunda posição da lista mundial de supercomputadores, com o sistema Nebulae.
O maior supercomputador é o norte-americano Jaguar, instalado no Oak Ridge National Laboratory (do departamento de Energia), um Cray XT5-HE com uma capacidade de processamento de 1,76 petaflops.
O supercomputador chinês foi fabricado pela Dawning e instalado no National Supercomputing Center em Shenzhen, e destronou o Roadrunner, da IBM e instalado no Los Alamos National Laboratory, que desceu para a terceira posição. Seguem-se outro Cray XT5-HE, instalado no National Institute for Computational Sciences da Universidade do Tennessee, e o Jugene da IBM, na Alemanha.
A lista bi-anual dos computadores mais potentes, divulgada esta segunda-feira na International Supercomputing Conference 2010 (em Hamburgo, na Alemanha), revela que há dois supercomputadores chineses no Top 10 e, no total, 24 – tantos quantos os alemães. Os Estados Unidos lideram com 282 supercomputadores, seguindo-se o Reino Unido e a França.
81,6% dos processadores nesta lista são Intel, valor que aumenta para 90% nos “quad-core”.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado