SAP vai comprar a Sybase por 5,8 mil milhões de dólares

A administração do fabricante de tecnologia de mobilidade e bases de dados já aprovou por unanimidade a oferta da empresa de aplicações de negócio.

Hasso Plattner

A SAP deverá pagar perto de 65 dólares por acção, correspondendo a um valor prémio de 44% sobre o valor médio das acções registado nos últimos três meses. Espera-se agora pela aprovação das autoridades de reguladoras do mercado. O negócio deverá expandir significativamente o portefólio tecnológico da SAP, mais conhecida pelos seus produtos de ERP.

“A empresa está investir em duas áreas que julgam vai ser importante para ela,” nomeadamente a tecnologia de mobilidade de bases de dados ‘in-memory, onde  a Sybase é forte, disse Ray Wang, do Altimeter Group. As chamadas bases de dados “in-memory” é um sistema de gestão de dados que assenta na memória principal e interna  dos sistemas, para usufruir de facilidades de armazenamento computacional. Distingue-se dessa forma das bases de dados relacionais que empregam mecanismos de armazenamento em disco São por isso mais rápidas, pois os algoritmos internos de optimização são mais simples e executam menos instruções de CPU.

O processamento baseado em memória interna é de particular interesse do co-fundador da SAP Hasso Plattner. Na sua opinião a tecnologia deverá reconfigurar a área das aplicações empresariais graças às melhorias de desempenho de que será capaz de oferecer, sobre as bases de dados que têm de ler e gravar em discos.Em comunicado, a SAP considera que sua tecnologia de memória interna deverá potenciar as capacidades da plataforma de base de dados da Sybase.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado