Cisco reforça oferta para centros de dados

A Cisco acaba de lançar um amplo conjunto de produtos para data centers que inclui desde servidores a switches para SAN, todos eles concebidos para expandir a presença da para além do mercado do networking e das infra-estruturas de TI.

As novas ofertas da Cisco incluem servidores blade e rack que incorporam o processador Xeon 7500 da Intel. A companhia também anunciou dois novos extensores Nexus que suportam velocidades acima e abaixo do Gigabit Ethernet; um switch com 8 Gbps de configuração fixa MDS FibreChannel SAN e um equipamento para a provisão de serviços para máquinas virtuais.
Com a chegada dos novos produtos, a Cisco sinaliza intenção de disputar o mercado dos data centers, além do segmento de redes e virtualização, de acordo com a opinião generalizada dos analistas.
Nesse sentido, a Cisco lançou dois novos blade UCS (sistema que promete reduzir as despesas operacionais dos data centers) e servidores de rack: o B440 M1 e o C460 M1. Ambos são baseados no processador Xeon 7500 da Intel com o suporte FEXlink para aumentar o desempenho, largura de banda e acesso a outros recursos do data center.
A Cisco apresentou também dois novos extensores Nexus 2000, com capacidades acima e abaixo da versão 2148T Ethernet Gigabit lançada em Janeiro de 2009.
O Nexus 2232 suporta 32 portas Ethernet de 10Gbps e pode estender seus recursos ao Ethernet do switch Nexus 5000 até o rack de servidor, enquanto o 2248 suporta 48 portas 10/100 Mbps Ethernet de configuração da linha. Ambos estarão disponíveis nos Estados Unidos este trimestre a um prelo de entrada de nove mil dólares.
A arquitectura FEXlink alarga o switching fabric do centro de dados aos próprios servidores blade e rack, multiplicando assim por quatro as larguras de banda até aos 160 Gbps por blade. Permite ainda obter links ascendentes de 8Gbps aos switches FibreChannel, aumentando a largura de banda dedicada a recursos de armazenamento em 50 por cento e suportando mais interfaces virtuais por placa de rede. Combinando tudo isto com os novos processadores, os novos servidores B440 M1 e C460 M1 multiplicam por quatro a sua capacidade de computação, tornando a solução UCS (Unified Computing System) da companhia numa plataforma de propósito mais geral para a carga física – e não apenas virtual – do centro de dados.
Para implementações FibreChannel puras, a Cisco apresentou o switch SAN MDS 9148. Suporta 48 portas FibreChannel de 8 Gbps e será comercializado como complemento dos actuais módulos FibreChannel de 8Gbps para o switch SAN MDS 9500. Finalmente, as appliances Nexus 1010 incluem o switch virtual Nexus 1000V, para facilitar a instalação de serviços virtuais aos administradores de redes. Suportam também análise de rede até ao layer da máquina virtual.
Disponíveis a partir deste Verão, o B440 M1 e o C460 M1 contarão, de acordo com as previsões da Cisco, com pelo menos 400 clientes, esperando obter destes produtos receitas superiores a mil milhões de dólares só este ano.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado