RUTIS cria iniciativa para facultar PC a idosos

A Rede de Universidades da Terceira Idade(RUTIS), a Inforlândia, a Microsoft e a CGD – Caixa Geral de Depósitos apresentaram a iniciativa “Activo PC Sénior”, para facilitar o acesso de idosos a equipamentos de PC.

Sem a ajuda do Governo, a RUTIS, CGD, Inforlândia e a Microsoft lançaram uma iniciativa conjunta para facilitar a compra de portáteis a idosos.  A Rutis é a promotora do projecto, juntamente com a Microsoft, enquanto a CGD é o braço financeiro e a Inforlândia, o fornecedor do hardware. Assim, a partir do mês de Março, estarão disponíveis, para os clientes da CGD e para os alunos das Universidades da Terceira Idade, quatro modelos de computadores pessoais portáteis concebidos de raiz para o público sénior. Quem quiser comprar o equipamento tem de o fazer aos balcões da CGD podendo optar de entre várias opções de financiamento: a oferta vai desde um plano de pagamentos de seis meses a prestações de cerca de 104 euros, ou de 60 meses, pagando 13, 2 euros. Os equipamentos de porte médio terão um preço estimado de 600 euros a 800 euros, mediante a solução escolhida que pode incluir impressora. Também estará disponível um netbook por 299 euros.
A comercialização do hardware vai ter duas abordagens: numa a CGD vai vender três modelos de portáteis exclusivamente para os seus clientes; haverá um quarto modelo de portátil denominado “PC Sénior Virtual”, apenas para alunos e professores da RUTIS, com comercialização exclusiva na Rede de Universidades da Terceira Idade.

Na apresentação da iniciativa, enquanto o administrador da CGD, Rudolfo Lavrador salientou o papel de financiador do projecto, Rodolfo Oliveira, responsável de marketinga da Microsoft explicou a importância crescente da população idosa. Segundo o responsável do fabricante, este grupo demográfico, de pessoas acima dos 55 anos de idade, já representa 16,4% dos portugueses, de acordo com os sensos de 2001, com tendência para crescer.

Os equipamentos terão o potencial de chegarem ao alargamento a indivíduos com necessidades especiais, através da inclusão de software de avaliação da Dolphin, uma das mais conceituadas empresas na área de acessibilidade e comercializado pela Compensar.net – www.compensar.net.

Os computadores virão equipados com o sistema operativo Windows 7 da Microsoft, bem como o pacote de aplicações de produtividade pessoal Microsoft Office 2007, versão Casa e Escritório e Versão Estudante (no caso do modelo PC Virtual comercializado pela RUTIS). Adicionalmente, e em exclusivo para esta oferta, a Microsoft fará incluir a sua plataforma de Literacia Digital– www.literaciadigital.pt – destinada a auxiliar os utilizadores a tirar partido das ferramentas de utilização dos computadores portáteis.

Os equipamentos virão equipados com uma imagem de fundo personalizada e ainda a ligação ao “centro de acessibilidade” disponível através de uma imagem iconográfica no ambiente de trabalho dos computadores, que permite aos utilizadores seniores abrir de forma mais fácil os programas do Office e o browser.



  1. Maria de Lourdes 29 de Agosto de 2010, 0:53

    cheguei ate aqui porque estou a procura de realizar um sonho do meu pai que vai completar 80 anos em 03 de setembro. Um computador!!!!! Tem escolaridade basica mas uma vontade de dar inveja a muitos. Estou a procura de um equipamento que atenda e facilite sua expectativa.

Deixe um comentário

O seu email não será publicado