Cebit 2010: Sybase coloca aplicações SAP nos telefones móveis

A Sybase e a SAP anunciaram, no decorrer da Cebit 2010, os primeiros produtos provenientes do acordo de parceria estratégico assinado entre as duas empresas há um ano atrás.

As empresas anunciaram a disponibilidade de uma ferramenta de mobilização processos de negócio para o iPhone, equipamentos com Windows Mobile e telefones Nokia Series 60, assim como software CRM (Customer Relationship Management) para o iPhone e Windows Mobile.
As duas empresas tinham anunciado no ano passado que iriam trabalhar em conjunto para permitir o acesso móvel aos processos de negócio da SAP Business Suite 7 através da Unwired Platform da Sybase. A primeira oferta deveria ter sido disponibilizada no mercado mundial no decorrer do segundo semestre do ano passado, a começar pela aplicação de CRM. O ciclo de teste beta, iniciado no decorrer do terceiro trimestre do ano passado, demorou mais tempo do que o esperado, explicou Senthil Krishnapillai, director de produto da Sybase.
No anúncio inicial, as empresas incluíram os telefones da Palm como uma das plataformas que viria a ser suportada. Este anúncio foi efectuado três meses antes do lançamento dos primeiros telefones com a actual plataforma WebOS, que obteve vendas reduzidas. Apesar de poderem ainda vir a introduzir ferramentas para o sistema WebOS, a Sybase e a SAP não receberam muitos pedidos para esta plataforma, referiu Senthil Krishnapillai. Mais pedidos de informação têm sido recebidos acerca da versão para o Android, que as empresas poderão vir a lançar mais tarde.
As aplicações Mobile Workflow for SAP Business Suite e Mobile Sales for SAP CRM foram desenhadas para permitir aos empregados aceder a processos de negócio sem necessidade de se ligarem a uma rede privada virtual. As aplicações podem funcionar numa “caixa negra” corporativa que está isolada das aplicações pessoais existentes no telefone para manter a segurança, explica Senthil Krishnapillai.
Os contactos pessoais dos utilizadores são incluídos na lista de contactos existente na “caixa negra”, pelo que os utilizadores podem continuar a realizar chamadas e a enviar mensagens de texto para os seus amigos e familiares. Mas quando se ligam à “caixa negra”, não podem utilizar aplicações pessoais, refere. Esta ferramenta permite que os departamentos de TI não tenham que se preocupar com a disponibilidade de telefones corporativos aos empregados ou de se preocuparem com a execução de software corporativo nos equipamentos pessoais, refere. A caixa foi desenvolvida para o iPhone, porque os equipamentos Windows Mobile utilizados pelos empregados são adquiridos e geridos pelas empresas, acrescenta o responsável da Sybase.
A Sybase Mobile Workflow utiliza uma interface para apresentar aos utilizadores as tarefas que necessitam de acompanhamento, como a aprovação das férias da equipa. A aplicação pode ser utilizada para qualquer tarefa ou fluxo de trabalho incluída na Universal Worklist da SAP, incluindo cadeia de abastecimento, recursos humanos e contabilidade.
Tradicionalmente, os gestores são notificados destas tarefas através de uma mensagem de correio electrónico e tem que aceder a uma página Web, o que requer o acesso a uma VPN, referiu Senthil Krishnapillai. Com a nova ferramenta, recebem uma mensagem na aplicação, incluindo botões para completar a tarefa. Tal pode ser realizado online ou offline e executado quando o equipamento estiver conectado. Os fluxos de dados enviados e recebidos no telefone são encriptados.
“Qualquer pessoa com conhecimentos do correio electrónico pode realizar estas tarefas”, evidencia Senthil Krishnapillai. Contudo, o sistema não utiliza o cliente de correio electrónico do telefone e pode ser disponibilizado a empregados que não tenham conta de correio electrónico corporativa, refere.
Sybase Mobile Sales for SAP CRM permite que as equipas de vendas acedam a todo o tipo de informações sobre potenciais clientes e negócios em curso, incluindo listas de contactos actualizadas. Por outro lado, podem actualizar qualquer tipo de informação proveniente dos clientes.
A aplicação Mobile Workflow está disponível para o Windows Mobile 5 e 6.5, assim como para Symbian da Nokia Series 60, terceira e quinta edições. As empresas enviaram a aplicação iPhone à Apple para inclusão na loja iPhone e esta deverá estar disponível dentro de alguns dias, esclareceu o responsável da Sybase. A versão para os equipamentos BlackBerry deverá estar disponível na segunda metade do ano.
As aplicações CRM são um local óbvio para a Sybase e a SAP porque as equipas de vendas passam mais tempo fora do escritório do que os restantes empregados e necessitam de aceder a informação com rapidez, salienta o Chris Hazelton, analista do The 451 Group. Como resultado, as empresas estão mais dispostas a investir em tecnologia móvel para o departamento de vendas.
A abordagem da “caixa negra” deve ser suficientemente segura para utilizar com aplicações corporativas, mesmo as que envolvem dados sensíveis dos clientes, que é altamente regulamentada pelas leis dos diferentes estados, refere Chris Hazelton. É provável que a “caixa negra” permita que as organizações empresariais adoptem o iPhone como equipamento de negócio, acrescenta.
Os custos com as licenças de software de fluxos são de10 dólares por utilizador por mês, não incluindo os custos de desenvolvimento adicionais. Os custos da licença de software CRM são de 15 dólares, sem custos de desenvolvimento.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado