Vendas de PC ultrapassam 1,8 milhões de unidades em Portugal

Portáteis ultrapassam a marca dos 81,8% das máquinas PC vendidas num mercado que cresceu 11,8% durante 2009, segundo a IDC. O estudo EMEA PC Tracker 2009 da mesma consultora indica que foram vendidas 1,816 milhões de unidades.

Apesar da quebra das vendas de 35,9% verificada no último trimestre, a venda de máquinas PC suplantou o número de máquinas vendidas em 2008: 1,624 milhões de unidades. A venda de portáteis atingiu as 1,486 milhões de unidades, mais 11,8% do que 2008. Por sua vez, a venda de desktops observou um crescimento de 11,7%, que se traduziu em 330 mil unidades vendidas.
O mercado de consumo foi o que mais dinamizou as vendas de portáteis em Portugal com 1,232 milhões de unidades, o que representou um crescimento de 30,7% face a 2008, segundo a IDC. As vendas de portáteis para o mercado empresarial ficaram nas 254 mil unidades, resultando numa quebra de 34,3% comparativamente a 2008.

O estudo indica ainda que  as vendas para o mercado empresarial subiram 31,6% com 241 mil unidades, enquanto no mercado de consumo as vendas de desktops decresceram 20,8%, ficando nas 89 mil unidades.

De acordo com Gabriel Coimbra, Research & Consulting Director da IDC Portugal “o crescimento de 11,8% do mercado de PC foi marcado por duas fases com dinâmicas bastante distintas. O primeiro semestre apresentou um crescimento forte de 66,7% dinamizado pelos programas e.escolas e e.escolinha e pelo Plano Tecnológico da Educação. Contrariamente, o segundo semestre apresentou uma quebra de 21,1%.” Para este responsável da IDC, “a desaceleração dos programas e.escolas e e.escolinhas e a contínua falta de confiança do mercado empresarial foram os principais factores que contribuíram para esta queda no segundo semestre, em que nem o período do Natal, geralmente marcado por forte consumo, contribuiu para fazer crescer o mercado”.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado