Apple ganha 208 dólares por iPad

O modelo do novo iPad vendido nos Estados Unidos a 499 dólares custa à Apple cerca de 270 em despesas com materiais e de fabrico, segundo a estimativa feita por um analista de Wall Street.

ipad-1up-us-20100127_512x512_001De acordo com a análise à lista de materiais (denominada nos Estados Unidos de BOM) realizada por Brian Marshall, da BroadPoint AmTech, o custo dos componentes necessários para fazer o WiFi-only iPad de 16GB é de 270,5 dólares, sendo que este valor inclui 10 dólares para o fabrico, mas não inclui os 20 dólares necessários para disponibilizar ao cliente serviços de garantia. Se fossem incluídos, estes últimos custos elevariam o custo total deste modelo do iPad para os 290,5 dólares.
O componente mais caro desta lista é o ecrã LCD sensível ao toque de 9,7 polegadas, cujo custo estimado é de 100 dólares. Os 16GB de memória e o revestimento em alumínio custam cerca de 25 dólares cada, enquanto o chip A4 da Apple tem um custo de 15 dólares.
Tendo em conta que este modelo tem um preço de venda ao público de 499 dólares, a margem de lucro da Apple é de 42,9 por cento, uma vez considerados os tais 20 dólares referentes à garantia.
Tal como um perito em hardware referiu na passada semana, o iPad com capacidade para ligação à Internet via rede 3G é ainda mais rentável para o seu fabricante, já que custa ao público mais 130 dólares, mas a sua produção, por incluir 3G, é pouco mais cara que a do modelo wireless.
Pelas estimativas de Marshall, o iPad de 16GB com WiFi e 3G, cujo preço de venda ao público é de 629 dólares, custará à Apple cerca de 306,5 dólares, apenas 16 dólares mais que o modelo só WiFi, o que dá à companhia uma margem de lucro de 52 por cento.
Em todos os casos, o iPad WiFi+3G proporciona sempre uma margem superior ao modelo com a mesma configuração, mas apenas com conectividade WiFi. Este modelo só com WiFi, que inclui 32GB de armazenamento flash, tem um preço de venda ao público de 599 dólares e custa à Apple 316 dólares, o que resulta numa margem de 48.1 or cento. O mesmo iPad mas com 3G tem um preço ao público de 729 dólares, mas custa à Apple apenas 332 dólares, ou seja, gera uma margem de 55,1 por cento. De acordo com a análise de Marshall, este é o mais rentável de todos os modelo de iPad para a Apple.
A linha iPad como um todo representa uma margem média de lucro de 50 por cento, partindo do princípio que os modelos mais baratos, apenas com WiFi, serão os com mais saída.


Tags


Deixe um comentário

O seu email não será publicado