Windows 7 “esbarra” no XP

Na apresentação formal do Windows 7  às empresas, a Microsoft  revelou um estudo da IDC, segundo o qual a maioria das empresas – de cerca 59% de deverá migrar para as plataformas de PC para o mais recente sistema operativo do fabricante.

Mas o mesmo confirma que o principal obstáculo à disseminação do XP foi criado pela empresa de Gates: 65% das empresas menos interessadas no Windows 7,  justifica-se manifeo XP, medida que os fabricantes de aplicações deverão adoptar já em 2012. De acordo com o estudo, 18% dstando satisfação com o sistema já instalado. Só em 2014, a Microsoft terminará o suporte aas organizações estão ainda indecisas, mas 23% dizem mesmo não pretender fazer a migração.
A principal razão capaz de convencer as empresas é o aumento de desempenho, de acordo o mesmo trabalho. Essa é, claro, um dos aspectos positivos salientados pela Microsoft. O outro, relacionado com a redução de custos de operação e TCO, ainda não convenceu a maior parte das empresas.

Veja o estudo da IDC




Deixe um comentário

O seu email não será publicado