Estudo traça perfil dos utilizadores do Facebook e do Twitter

Um estudo realizado pela consultora The Nielsen procurou traçar o perfil do utilizador das redes sociais nos Estados Unidos, tendo concluído que quem frequenta o Facebook ou o Twitter reside em zonas urbanas e possui mais habilitações literárias que a médias dos restantes cidadãos norte-americanos.

Mais concretamente, de acordo com este estudo, os utilizadores do Facebook são mais letrados que os do Myspace e, por seu turno, os bloggers e utilizadores do Twitter residem na sua maioria em zonas urbanas.
“Os dados on-line da Nielsen mostram que cerca de metade dos cidadãos norte-americanos visitaram alguma rede social no ano passado e que o seu número cresce a cada trimestre”, refere Wils Corrigan, vice-presidente da Nielsen.
O estudo, que analisa as sete principais redes sociais da Internet, mostra que os utilizadores do Facebook geralmente têm aquilo a que a consultora chama de “perfil exclusivo”. A Nielsen também destaca que as pessoas que têm uma melhor situação económica que os restantes dois terços da população têm também 25 por cento mais hipóteses de utilizar o Facebook que o outro terço. E, por outro lado, os que pertencem ao terço mais baixo da tabela económica, têm 37 por cento mais hipóteses de utilizar o MySpace que os que possuem uma situação financeira mais favorável.
Outros estudos recentes também já demonstraram que, à medida que o Facebook e o Twitter ganham popularidade, as suas bases de utilizadores “envelhecem”.
Um relatório publicado em Julho pela StrategyLabs mostra que, enquanto o número de utilizadores do Facebook em idade escolar ou na universidade tem vindo a diminuir nos últimos meses, a sua popularidade entre as pessoas com mais de 55 anos tem crescido. Com efeito, o número de utilizadores com 55 ou mais anos registou o impressionante crescimento de 513 por cento só nos últimos seis meses, o que significa que esta faixa etária terá sido responsável pelo aumento da popularidade registado no último ano quer pelo Facebook quer pelo Twitter.
Além disso, agora que surgem notícias de que o Twitter prevê lançar um plano de negócios no final do ano para abordar o mercado empresarial, prevê-se que a faixa etária dos seus utilizadores aumente ainda mais.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado