NSA colaborou no desenvolvimento do Vista

A colaboração da agência secreta nas configurações de segurança do sistema preocupa defensores dos princípios de privacidade.

A Agência de Segurança Nacional dos Estados Unidos (NSA, do inglês National Security Agency) participou no desenvolvimento do Windows Vista. A NSA ajudou a Microsoft a criar uma configuração para a nova geração do sistema operativo que respondesse aos requisitos do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, disse o porta-voz da agência, Ken White.


 


Esta não é a primeira vez que a agência secreta prestou consultoria à indústria privada sobre segurança de sistemas operativos, disse White, mas é o primeiro caso em que a NSA trabalha com o fornecedor antes do lançamento do software.


 


Ao envolver-se no processo, a NSA ajudou a Microsoft a entregar um produto seguro e compatível com as exigências do software governamental, disse ele. “Isso permite que asseguremos que a configuração adoptada pelos clientes do Departamento de Defesa, esteja num nível compatível com nossos padrões”, disse White.


 


A NSA forneceu informações sobre como melhorar a segurança do Windows XP e do Windows 2000 no passado. A agência também fez a revisão do Guia de Segurança para o Vista, publicado no site da Microsoft.


 


A Microsoft não permitiu que nenhum executivo fosse entrevistado sobre o assunto. Mas em um comunicado, disse que pediu a uma série de entidades e agências governamentais que fizessem a revisão do Vista, incluindo a NATO, e o Instituto Nacional de Padrões e Tecnologia (NIST).


 


O envolvimento da NSA no Vista preocupa algumas pessoas. “Pode haver boas razões para preocupações”, disse Marc Rotenberg, director executivo do Centro de Informações sobre Privacidade Eletrônica (EPIC). “Alguns alertas soam quando a agência de espionagem do governo trabalha com o principal fabricante privado de sistemas operativos”, disse.


 


Parte do receio pode vir do interesse histórico da NSA em ter acesso a dados encriptados gerados por empresas de computadores, como a Microsoft.Com o Vista sendo instalado na maioria dos computadores pessoais do mundo, seria tentador para a agência forçar uma forma de ter acesso aos dados no sistema, dizem defensores da privacidade.


 


A NSA forneceu orientações de segurança para a configuração do Vista, mas não abriu nenhuma porta secreta no sistema, disse White. “Não envolveu desenvolvimento de código. Foi apenas uma ajuda na criação de uma configuração de segurança”, disse.


 


Embora a NSA seja mais conhecida pelo trabalho de espionagem, o trabalho com a Microsoft está a ser feito no âmbito da segunda prioridade da agência: proteger o sistema de informação da nação. “Tudo que se ouve tem a ver com inteligência para sinais estrangeiros. Mas a outra metade [do trabalho] tem por objectivo a garantia de informação”.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado