CTT disponibiliza caixa postal electrónica com o serviço ViaCTT

A caixa postal electrónica faz parte do programa para simplificação e combate à burocracia na administração pública (Simplex), e está incluído no Plano Tecnológico.

Os CTT apresentaram seu novo serviço ViaCTT, que permite que todos os cidadãos e empresas tenham uma caixa de correio electrónica, numa cerimónia que contou com a presença do primeiro-ministro, José Sócrates, e do ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, Mário Lino.


 


No total, os CTT anunciaram a criação de “10 milhões de caixas postais electrónicas pessoais, uma para cada cidadão, empresa e instituição”,, num investimento de 2,5 milhões de euros. A adesão ao serviço, que está disponível no portal www.viactt.pt ou através do número verde 808202029, é gratuita [quem paga são as empresas/instituições que enviam correspondência] e permite a qualquer cidadão ou empresa personalizar o tipo de correspondência pretendida e efectuar pagamentos.


 


Uma das vantagens do ViaCTT é a capacidade de agrupar várias facturas electrónicas, extractos bancários e outros documentos num único sítio. A caixa postal electrónica faz parte do programa para simplificação e combate à burocracia na administração pública (Simplex), e está incluído no Plano Tecnológico, que foi lançado em Novembro pelo Governo.


 



Em Abril, o Governo aprovou em conselho de ministros uma resolução e um decreto-lei para a criação da caixa postal electrónica nominal.
A resolução tinha como objectivo estabelecer as linhas de orientação para que os serviços públicos aderissem à modalidade, enquanto o decreto-lei definia as condições em que a medida [criação da caixa posta electrónica] deveria ser executada pelos diferentes serviços estatais.


 


Com a aprovação do diploma foram introduzidas alterações ao contrato de concessão do serviço postal, conferindo-lhe o grau de flexibilidade necessária ao exercício da actividade da concessionária, segundo o comunicado do conselho de ministros.


 


Serviço alargado às 1000 estações de correio


Numa primeira fase, o serviço ViaCTT estará disponível no portal, mas será alargado a qualquer uma das 1.000 estações de correio do país. Entre as entidades que aderiram ao ViaCTT estão a EDP – Energias de Portugal, Portugal Telecom (PT), Vodafone, Epal, Unicre, a Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) e os bancos Barclays, Privado Português e Santander Totta.
O serviço, que foi desenvolvido internamente pelo grupo CTT no ano passado, é complementar à rede de distribuição do correio físico.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado