IBM estabelece contrato de 150 milhões de euros com o BES

O Banco Espírito Santo (BES) e a IBM revelaram hoje a assinatura de um contracto de serviços de outsourcing relativo à gestão de infra-estruturas de sistemas de informação.

Um comunicado do Banco Espírito Santo, revela que o acordo tem por objectivo uma gestão integrada mais eficiente das infra-estruturas informáticas de grande porte do grupo BES e do grupo Tranquilidade. “ O Grupo BES estima obter uma redução dos custos relacionados com esta infra-estrutura de IT na ordem dos 25%, tendo por base um valor de contrato de aproximadamente 150 milhões de euros ao longo dos próximos 10 anos”, revela um comunicado da instituição financeira. O acordo já está em vigor desde 1 de Janeiro de 2006.

O referido contrato inclui a externalização da gestão das principais infra-estruturas de sistemas de informação do grupo BES que suportam as operações do Banco Espírito Santo, Banco BEST, Banco Espírito Santo dos Açores, Tranquilidade, Tranquilidade Vida e Espírito Santo Seguros, por um período de 10 anos.
No âmbito do acordo com o BES, a IBM assumirá a gestão da infra-estrutura de TI (IBM zSeries, IBM pSeries e IBM iSeries), para além de toda a componente de serviços de recuperação e continuidade de operações associadas, protegendo a actividade do Banco face a eventuais interrupções.

De acordo com o comunicado, o contrato de outsourcing em questão insere-se num programa de aumento da eficiência global do grupo BES. Na área informática, a acção “assenta em múltiplas medidas de optimização com vista à racionalização da arquitectura aplicacional, standardização/consolidação e outsourcing da infra-estrutura técnica, bem como à optimização do modelo de governo e dos processos de gestão das TI”.

Do BCP ao Novabank

No final de Dezembro, o BCP também anunciou o contrato com o mesmo fornecedor. Nesse caso o contrato inclui a externalização adicional de parte da infra-estrutura de sistemas de informação do Banco Comercial Português em Portugal, assim como de parte das operações no NovaBank na Grécia, por um período de 10 anos. São também esperadas poupanças de 25%. O contrato em vigor desde 1 de Janeiro permite igualmente a sua extensão às operações do Bank Millennium na Polónia. Esta operação será efectiva dependendo de decisão dos órgãos internos relevantes e da obtenção da autorização da respectiva entidade local de supervisão.

O acordo contempla a gestão da infra-estruturas de IT (os sistemas i-Series e sistemas Unix) em algumas das suas operações internacionais, as comunicações entre Portugal e Grécia, o segundo centro de informática no Tagus Park, e a continuidade de operações associadas estará, a partir de 1 de Janeiro, a cargo da IBM.

O novo contrato de outsourcing, que surge na linha da estratégia subjacente ao contrato inicial celebrado em Julho de 2003, vem reafirmar a estratégia do grupo BCP de gestão integrada das infra-estruturas informáticas de suporte às suas operações multi-domésticas, numa perspectiva de aumento de eficiência global, diz o banco em comunicado.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado