Linha Portegé de portáteis actualizada com modelo R200

A Toshiba ressuscitou também a linha Libretto, de portáteis ultra- compactos com o novo u100. Para o mercado de consumo, o fabricante reforçou a oferta Qosmio.

Ainda em plena celebração dos seus vinte anos,a Toshiba actualizou duas das suas linhas de portáteis – a Portegé com o R200 e a Qosmio com o G20 – e ressuscitou em Portugal a dos mini-ultraportáteis Libretto com o U100.


 


Dirigido ao mercado empresarial em geral o novo Portégé R200  pesa pouco mais de um quilo, tendo uma espessura de 2 cm, e um chassis de magnésio que lhe confere solidez e durabilidade.


 


De acordo com o director de marketing do fabricante, Jorge Borges, o portátil consegue até 11 horas de autonomia, com segunda bateria opcional. Com a bateria original, a autonomia é de quatro horas e quarenta minutos.


 


O novo Portégé R200 vem equipado com uma série de tecnologias EasyGuard Premium, que inclui a protecção do disco rígido para salvaguardar da informação, com funcionalidades anti-choque e sensores 3D de movimentos e autenticação biométrica, entre outras como o Trusted Protected Module (TPM): destinado a facilitar operações de  encriptação e utilização de  assinaturas digitais.


 


De acordo com o fabricante, a Toshiba procurou resolver no Portégé R200 algumas carências de conectividade existentes no R100 e agora o novo portátil vem equipado com conectividade 802.11 b/g incorporada, Bluetooth, porta de infravermelhos FIR (Fast InfraRed),  porta LAN Ethernet 10/100/1000 Gigabit e  modem de norma internacional V.90 (preparado para V.92).


 


Equipam a nova máquina um ecrã TFT XGA de 12.1 polegadas, um disco rígido de 60 GB, e um processador Intel Pentium M Ultra Low Voltage 753, numa chipset Mobile Intel 915 GMS.


 


Estará disponível em Portugal, a partir do início de Junho, com o preço recomendado de venda ao público de 2.490,00 com IVA incluído.


 


O pequeno Libretto pesa 971g sem plataforma de docking, e 1231g com a referida plataforma, apresentando medidas como 210 x 145 x 29.8 mm (C x L x A), na versão sem docking.


 


Segundo a Toshiba, o Libretto U100 atinge uma autonomia de quatro horas e meia, alcançando até nove horas com uma bateria opcional.


 


O Libretto U100 vai estar disponível em Portugal, a partir do início de Junho, com o preço recomendado de venda ao público de 2.390,00€ com IVA incluído.


 


O miniportátil vem equipado com um processador Intel Pentium M UltraLowVoltage, HDD 60GB, bem como com opções de conectividade como WiFi 11 b/g e Bluetooth V2.0, LAN, USB, iLink e suporte Enhanced Data Rate (EDR).


 


O ecrã de 7,2 polegadas beneficia de tecnologia TruBrite, sendo retroiluminado: o sistema de controlo manipula 32 LED de luz traseira como um todo.


 


A plataforma “docking Libretto DVD” é uma plataforma amovível, onde o portátil assenta, e que permite o acesso – instant-on (sem ter de iniciar o sistema operativo) –  à leitura de DVD e CD através do Express Media Button.


 


Mais dirigido ao sector do consumo, o portátil G20 insere-se no conceito de convergência digital onde o utilizador quiser. Não segundo o director de marketing destinado apenas à sala de estar.


 


O novo modelo proporciona a experiência “4-em-1” – TV, Áudio, Gravador DVD/HDD e PC – aliada um chassis prateado interior de cor preta; um ecrã de 17 polegadas (500cd/m2) da família Qosmio, que tem por base a tecnologia TrueBrite da Toshiba, melhores capacidades áudio da sua classe.


 




Deixe um comentário

O seu email não será publicado