E se tivesse 90% do mercado?

Desafiámos a Sun a explicar de que forma é que poderia garantir que não seria alvo de ataques massivos, se tivesse 90% de quota de mercado?

Fernando Dias resume a resposta a “uma questão de software design, da diferença entre sistemas projectados para serem utilizados por um único utilizador desconectado do mundo da internet e de sistemas que desde há 20 anos utilizam o protocolo TPC/IP e ligação à internet incorporada de raiz”.


 


De qualquer forma a “a Sun não está, nem nunca esteve vocacionada para o mercado doméstico”.


 


No entanto, entrando no campo das suposições, se a Sun tivesse 90% de mercado, então este seria baseado em soluções robustas, tais como o ambiente operativo Solaris ou Trusted Solaris e também mais económicas e seguras tais como o Java Desktop System”.


 


O especialista acrescentou que, “devido ao design sobre o qual os ambientes operativos Sun se baseiam, o perigo de criação de vírus focados nestes sistemas é bastante reduzido.


 


Para além disto os sistemas Sun são instalados com bastantes restrições no que se refere a serviços a funcionar sem o conhecimento do utilizador, coisa que não acontece com outros ambientes operativos.


 


A Sun teve sempre estas questões em mente e daí resultarem sistemas robustos.


 


Por todas estas razões a prevenção e detecção de ameaças a sistemas seria mais fácil e eficiente, nunca resultando numa proliferação massiva de vírus”.


 




Deixe um comentário

O seu email não será publicado