UE: Banda Larga acelera nos novos membro

Os 10 novos membros da União Europeia vão ter um rápido crescimento no uso de Internet de alta velocidade

Este é o resultado de uma pesquisa realizada pelo The Yankee Group, que revela também que esses países tinham uma taxa de 1,9 % de utilização de banda larga no final de 2003, comparado com os outros 15 membros da UE.


 


As previsões do estudo da Yankee são mais optimistas para os países mais desenvolvidos, como a República Checa, Hungria e Polónia, que devem atingir uma penetração da Internet de alta velocidade de 17 % em 2008.


 


Em relação aos outros sete países, estes vão ter de enfrentar grandes desafios para atingir o nível dos membros mais antigos da União Europeia.


 


Entretanto, nos Estados Unidos da América, o número de utilizadores de banda larga triplicou em menos de 3 anos, chegando a mais de 48 milhões de assinantes, segundo dados da Comissão Federal de Comunicações (FCC).


 


O Cable modem e o serviço DSL (Digital Subscriber Line) dominam a oferta de linhas de alta velocidade, com 75,3% e 14,9%, respectivamente.


 


Aproximadamente 18,1 milhões de residências e pequenos negócios assinaram serviços mais rápidos no final de 2003.


 


O estudo do FCC analisa o período que vai de junho de 2001 a dezembro de 2003.


 




Deixe um comentário

O seu email não será publicado