TI valem abaixo dos 5% no PIB

Em Cabo Verde, há programas de incentivo para as empresas de uma maneira geral

Os programas de incentivos para as empresas de TIC são os mesmos do que para os outros sectores.


 


Mas o das TIC tem um tratamento especial, dado o típico cariz inovador do sector, que se pretende estabelecer como base de desenvolvimento da economia.


 


“Pelas mais valias que traz e das possibilidades de tornar a economia mais eficiente.”


 


Existem 30 ou 40 empresas cabo-verdianas  de TIC. E poucas delas estão voltadas para o fornecimento de soluções.


 


Embora haja algumas parcerias com empresas internacionais, que trazem algumas mais valias além do hardware.


 


A actividade económica, centrada nas TIC, não tem ainda um peso significativo no PIB, apesar de já existir ao nível do orçamento de Estado um investimento considerável para a  governação electrónica e a sociedade da informação.


 


Em 2004, o peso das TI estará abaixo dos 5 % do PIB, nas previsões de Lima Lopes.


 




Deixe um comentário

O seu email não será publicado