ICA investirá 660 mil euros em sistema integrado

O Governo autorizou uma despesa, a ser feita até 2021, de desenvolvimento e actualização de uma plataforma open source, o eICA, para gestão administrativa do instituto.

logo_icaO Instituto do Cinema e do Audiovisual vai investir 660 mil euros, do seu orçamento geral, num sistema integrado de gestão em open source, denominado eICA, para actualização das suas aplicações administrativas, até 2021. A portaria que autoriza a despesa foi publicada esta quarta-feira.

“O conjunto de aplicações presentemente em uso foi implementado em 2004, tendo já ultrapassado a sua vida útil dada a linguagem informática incompatível com os novos sistemas de interacção da administração pública e dos agentes de auditoria e demais interlocutores do ICA”, justifica a mesma.
O argumento para optar pela “linguagem aberta” liga-se ao objectivo de “permitir a constante evolução e actualização” do sistema. O projecto segue orientações da Agência de Modernização Administrativa (AMA) e enquadra-se num esforço de desmaterialização e optimização de processos.

Um dos seus objectivos gerais “é desburocratizar” e “agilizar procedimentos internos” para melhorias na qualidade de serviço. Criado de raiz, o eICA deverá concentrar actividades de suporte e reporte administrativo e incluirá vários módulos:

‒ de registo de entidades e de obras;
‒ gestão, selecção e avaliação de candidaturas;
‒ gestão dos apoios financeiros;
‒ gestão das bilheteiras;
‒ gestão da icateca, videoteca e filmoteca;
‒ gestão da documentação;
‒ gestão das obrigações de investimento;
‒ gestão e controlo da receita do ICA
‒ e de comunicação com o sistema financeiro e contabilístico do ICA.

O remanescente das verbas por investir em cada ano podem ser transpostas para o orçamento seguinte.

investimento-ica




Deixe um comentário

O seu email não será publicado

eleven − eleven =