Claranet reforça certificações ISO

A empresa anunciou a obtenção de uma nova certificação de boas práticas na prestação de serviços de TI e a renovação de três certificações de qualidade, segurança de informação e ambiente.

António Miguel Ferreira, Claranet

António Miguel Ferreira, director-geral da Claranet Portugal

A Empresa Internacional de Certificação (EIC ) renovou a certificação da Claranet, segundo as normas ISO 9001 (qualidade), ISO 27001 (segurança de informação) e ISO 14001 (ambiente). Atribuiu-lhe ainda uma nova certificação, ISO 20000 (boas práticas na prestação de serviços de TI).

Às renovações das certificações de qualidade e de ambiente, acresce a transição para as normas mais recentes (ISO 9001:2015 e ISO 14001:2015, respectivamente), refere a Claranet. Esta recorda que “já tinha sido, em 2010, o primeiro managed services provider – de soluções de hosting, cloud computing, redes e gestão de aplicações –  a obter a certificação ISO 27001, em Portugal, e agora com a certificação ISO 20000 reforça a sua posição enquanto líder europeu de Managed Services”.

As certificações assentam num Sistema de Gestão Integrado de Qualidade, Segurança de Informação, Serviços de Tecnologias de Informação e Ambiente

Para conquistar e renovar as certificações, a Claranet Portugal “implementou com sucesso um sistema de gestão integrado de qualidade, segurança de informação, serviços de tecnologias de informação e ambiente, de acordo com os referenciais normativos”, explica em comunicado.

O mesmo explica que a ISO/IEC 20000-1:2011 é a primeira norma internacional atribuída a serviços de gestão de TI.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado

18 − 12 =