Docker tenta dar maior controlo sobre “contentores”

Com o Universal Control Plane, a empresa promete maior controlo operacional sem restringir os programadores.

docker-universal-control-plane-100628426-orig

Tornar os “contentores” virtuais de aplicações melhor preparados para as empresas tem sido um tema preponderante na conferência DockerCon, esta semana em Barcelona (Espanha). Na última terça-feira, a Docker apresentou uma nova ferramenta tendo esse objectivo em mente, a Universal Controle Plane (UCP).

Esta foi concebida para dar às empresas maior controlo operacional, sobre os “contentores”, mantendo a produtividade dos programadores. Foi preparada para ser executada na instalações locais das empresas e gerir aplicações distribuídas, mantidas nos “contentores” virtuais, em quaisquer infra-estruturas.

“A portabilidade sempre foi uma das principais atracções dos ‘contentores’ de aplicações modernos, como o Docker, por isso não é surpresa ver a empresa e a sua comunidade focada em melhorar e alargar essa característica”, considera Jay Lyman, gestor de pesquisa da 451 Research.

Os utilizadores de “contentores” empresariais têm de ser capazes de gerir centralmente aplicações em “contentores” colocados numa série de de infra-estruturas, mas também ter maior fluidez e coerência entre os ambientes de desenvolvimento e produção, acrescentou Lyman.

Os departamentos de operações de TI muitas vezes optam por construir as suas próprias ferramentas de gestão e a UCP da Docker oferece controlo centralizado. Servirá para provisionar recursos de computação, rede e armazenamento necessários à execução de aplicações.

As equipas de programadores acabam por ganhar recursos de self-service e agilidade na implementação e gestão de aplicações.

Embora a ferramenta seja projectada para utilização local, pode gerir a implantação simultânea de aplicações em contentores colocadas em suportes de alojamento Docker em várias plataformas, virtualizadas, em hardware, cloud privada ou pública. Isso inclui ambientes Azure, Digital Ocean, Amazon Web Services e SoftLayer.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado

fourteen − four =