Mercado “contorna” fim de suporte ao Windows 2003

A opção por alternativas como a virtualização e a cloud reduziram o impulso previsto nas vendas de servidores.

servidores - Computerworld_esEmbora as vendas de servidores tenham aumentado ligeiramente, à escala global, após o anúncio do fim de vida para o Windows Server 2003, o incremento teve mais a ver com a sazonalidade (vendas de Verão), segundo um estudo da NPD.

A prioridade dada a sistemas alternativos, tais como aqueles baseados em cloud computing e a virtualização de infra-estrutura, também tiveram impacto.

De acordo com a NPD, as vendas de servidores aumentaram antes e imediatamente após o 14 de Julho, data do fim do suporte para o sistema operativo. Especificamente, aquelas subiram 6,6% entre Junho e Agosto do corrente ano.

No entanto, esse incremento parece ter sido ditado mais por reduções de preço de equipamentos, ligado ao final do ciclo de vida. Assim, estima-se que o declínio nos preços médios de venda dos servidores tenha caído 6,2% em Julho e Agosto.

“Para surpresa da maioria dos observadores, o aumento das vendas unitárias como resultado do anúncio sobre o Windows Server 2003 não ocorreu como previsto”, considera Michael Diamond, director da NPD. “Parece que a maior parte do volume de vendas em Julho e Agosto foi impulsionado pela estratégia de preços agressiva no canal”, diz.

Diamond acrescenta que uma série de factores conduziram a resultados inferiores aos previstos. “Algumas empresas têm migrado sistemas para cloud computing e outros optaram por virtualizar infra-estrutura, deixando milhares de servidores em ‘estado de coma'”. E outras estão a fazer cada vez mais outsourcing das suas operações baseadas em servidor, segmentando ainda mais o mercado.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado

seventeen + fifteen =