Startup detecta todos os ataques a redes

A primeira versão do software de segurança TrustPipe dirige-se aos utlizadores do Windows XP.


A startup TrustPipe está a anunciar uma plataforma de segurança que categoriza os ataques às redes e bloqueia-os. A empresa alega que, em dois anos de testes do software, nunca deixou atacantes comprometer os sistemas protegidos.

Ao aparecer ao fim de três anos, a TrustPipe está anunciar – talvez de forma surpreendente – que a sua primeira versão, chamada de Trust XP, foi desenvolvida especificamente para o Windows XP, sistema operativo que a Microsoft deixou de suportar na Primavera passada.

Mas o XP ainda está em uso em inúmeros dispositivos – particularmente máquinas de ponto-de-venda (POS) -, bem como em milhões de PCs em todo o mundo, especialmente na China. O Trust XP tem o potencial para responder às preocupações de segurança sobre estes sistemas e mantê-los em serviço durante mais algum tempo.

A empresa ganhou a confiança da NCR, um importante fornecedor de dispositivos de POS, que planeia oferecer o Trust XP como um serviço.

Estes dispositivos XP não suportados podem beneficiar do TrustPipe porque vai bloquear ataques antes que sejam capazes de explorar vulnerabilidades recém-descobertas, para os quais a Microsoft nunca irá emitir “patches”, diz Ridgely Evers, co-fundador e CEO da TrustPoint.

Ele diz que a empresa – que detém duas patentes sobre a sua tecnologia – terá versões para outros sistemas operativos Windows, Linux e Mac até ao final de 2015.

A meta da empresa é disponibilizar o TrustPipe para qualquer dispositivo – telemóveis, tablets, computadores, sistemas de controlo industrial, interruptores de luz, termostatos, toda a Internet das Coisas.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado