400 mil euros para startups inovadoras

Building Global Innovators revela vencedores em quatro categorias.

GlucoWise, na categoria de Health Tech, Watgrid em Smart Cities, Cucco em Internet e Sistemas de Informação, e a MeshApp em  Produtos e Serviços de Consumo foram as startups vencedoras da quarta edição do Building Global Innovators (IUL MIT Portugal Caixa Capital Competition), organizado pelo ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa, Caixa Capital, Massachusetts Institute of Technology (MIT), MIT Portugal, Deshpande Center for Innovation, Sloan Business School e The Martin Trust Center for MIT Entrepreneurship.

As quatro startups portuguesas vão receber 400 mil euros (100 mil cada, “que deverá ser aplicado na execução das estratégias de ‘Go to Market’ que desenvolveram ao longo dos últimos meses, com a colaboração da equipa organizadora”) e candidatam-se a um prémio de mais 600 mil euros, diz a organização em comunicado. As vencedoras concorrem agora à final, que ocorrerá a 27 de Fevereiro de 2014, “e a 100 mil euros em apoio financeiro adicional sendo elegíveis à duplicação do apoio”. E “o restante valor (até 400 mil euros) estará dependente do grau de cumprimento, ao longo dos próximos dois anos, das metas traçadas e acordadas entre os organizadores e os promotores”.

Segundo o comunicado, eis a explicação sobre o negócio das empresas vencedoras:
Health Tech: GlucoWise (Reino Unido, Grécia, Portugal)
A diabetes é uma doença que não tem cura mas pode ser controlada com a medição precisa dos níveis de glicose no sangue. GlucoWise é um dispositivo não-invasivo que mede os níveis de glicose através de sensores no lóbulo de orelha. Esta tecnologia revolucionária permite controlar com precisão e de forma contínua os níveis de açúcar no sangue. Os resultados são exibidos no próprio dispositivo e podem ser transmitidas via Bluetooth para um smartphone ou tablet para análise numa app. Os dados são também carregados com segurança para um sistema de cloud, disponível para o paciente ou o médico.

Smart cities: Watgrid (Portugal, Holanda)
O Watgrid oferece uma plataforma integrada de gestão de consumo e qualidade de água para empresas de distribuição de água. Todos os anos, 50% da água potável é perdida, devido a fugas na instalação e fraude, criando um grande problema ecológico mas também económico. Por outro lado, todos os dias há pessoas a adoecer devido a má qualidade da água. O Watgrid pretende resolver estes problemas através da integração da tecnologia proprietária de análise, remotamente e in-line, da qualidade da água com sensores inteligentes, de uma plataforma de gestão para aquisição e análise de dados e um algoritmo inovador para a prevenção e detecção de fugas de água e degradação da qualidade de água. Trata-se de um mercado emergente que pode atingir 20 mil milhões de dólares em 2020 apenas na Europa.

Tecnologias de Informação e Internet: Cucco (Brasil)
Com a visão de se tornar uma empresa chave no comércio de serviços dos mercados beleza por meio de um marketplace que conecta negócios e pessoas, o Cucco tem ajudado pequenos prestadores de serviços a economizar tempo e aumentar a lucratividade, eliminando as dificuldades do agendamento por telefone e preenchendo as horas vagas através do agendamento online. Criada em Fevereiro de 2012, a startup foi 2º lugar no maior programa de aceleração da América Latina e desde Janeiro de 2013 movimentou mais de 300 mil dólares em agendamentos.

Produtos e Serviços de Consumo: MeshApp (Portugal)
O MeshApp é uma aplicação Web que lhe permite ter numa única página o conteúdo e as interações das suas contas sociais, feeds de notícias e e-mails, encontrando-se disponível em versão desktop e mobile. Proporcionando uma experiência de utilização simples e única, o MeshApp utiliza um avançado sistema de organização da informação considerada relevante pelos utilizadores, permitindo-lhes obter uma redução do stress, do tempo de navegação na Web e do ruído visual a que estão sujeitos. Torna-se possivel usufruir de mais tempo livre, estando informado ao mesmo tempo. Na perspectiva das marcas, o MashApp é um centro social não-intrusivo e uma “sandbox”, onde estas se podem relacionar com a comunidade de utilizadores de uma forma muito mais eficaz e colaborativa. Dispondo de um conjunto de ferramentas inovadoras de marketing digital e permitindo a análise de dados agregados, através do MeshApp as marcas podem ter as suas páginas, escolher a quem enviam os seus conteúdos promocionais e até mesmo desenvolver aplicações add-in próprias.

Das 97 candidaturas de 418 empreendedores de 17 países, o júri atribuiu ainda menções honrosas à Endeavour Lab & RoPlaVac (na categoria Health Tech), Bike Emotion (Smart Cities), Avalingua (IT, Web & Mobile) e Smart Tongue (Produtos e Serviços de Consumo).




Deixe um comentário

O seu email não será publicado